PARADIGMAS ILKAGES - CAP 8

O espetáculo chegou ao fim. Acompanhado por Aikobe, Fred lhe perguntou:
- Ritlo realmente joga seus inimigos no vulcão?
- Ninguém sabe com certeza. Dizem que não existe ninguém fraco ou doente no clã Nazo e os inimigos, vencidos, simplesmente desaparecem. Mas podem existir muitas explicações.
- É verdade... Mas o que acontece com os clãs conquistados?
- Desaparece...
- O quê? Um clã inteiro???
- Oh, não. Quis dizer que o clã, como uma família que segue a seu deus, desaparece. A maioria jura obediência a Nazo e se torna parte deste clã. Uma verdadeira abominação.
- E quem não jura...?
- Desaparece também.
Fred balançou a cabeça. Logo chegaram a uma pequena tenda.
- Pode dormir aqui, Fred do clã Chavo. Que sua noite seja tranquila.
Fred entrou na tenda. Uma vez fechada, Tess apareceu:
- Parece que chegamos no meio de uma guerra mundial!
Fred sorriu:
- Que exagero... Mas as coisas estão bem quentes aí fora. Foi muita sorte esse tal Ritlo descobrir a pólvora e como utilizá-la antes das outras tribos.
- Eu não diria "sorte": o clã dele está perto de um vulcão, que é um ótimo lugar para conseguir enxofre. Basta um pouco de salitre, que pode ser extraído de esterco, e o carvão, dependendo das plantas deste planeta, pode ser vegetal.
Fred já estava deitado numa esteira de palha, feita a partir de plantas daquele planeta:
- Estou tão cansado que consigo dormir aqui mesmo...
E realmente fez isso.
Acordou pela manhã. Tão logo seu disfarce ficou pronto, saiu da barraca. Aikobe o olhava com estranheza.
- Já estava preocupado. Você dormiu muito tempo!
Sussurrando, perguntou:
- Quanto tempo dormi, Tess?
- 7 horas e 43 minutos. - Respondeu muito baixo.
- Tess de novo? Eu não entendo por que você pergunta a si mesmo e consegue se responder sem mexer os lábios num voz diferente. - desabafou Aikobe.
Fred ficou atônito:
- Eu... eu... você escuta minhas conversas?
- Todo mundo escuta! Fla nos dá sentidos apurados! Chavo não dá pra você também?
- Bom... Ninguém tem paciência com Chavo. Nós somos muito independentes!
- Hum... agora começo a entender: sem uma oração diária a Chavo, seus sentidos são muito fracos. Por isso conseguiram pegar você de surpresa à noite, não percebe estar sendo escutado e dorme tanto. A única coisa boa que percebi é que seu sono é muito mais tranquilo que o nosso. Muito relaxado.
- E consigo falar sem mexer os lábios, garotão! - respondeu Tess, prosseguindo com seu disfarce.
- É um dom interessante. Dado por Chavo?
- Sim! Sim! - respondeu Fred prontamente.
- Mas porque conversa consigo mesmo? E falando coisas que não compreendo?
- É um jeito que tenho pra pensar. Penso em coisas absurdas e falo comigo mesmo para que eu possa ter novas idéias. - improvisou.
- Hum... vou tentar isso... Mudando de assunto, já tenho uma lista de tarefas. Se quiser viver conosco, terá de executar algumas.
- Bom... eu não quero dar mais trabalho e já vou embora. Se eu precisar, voltarei. Prometo.
- Como quiser, Chavo Chesperito Fred.

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla