PARADIGMAS ILKAGES - CAP 6

O estranho parecia bem, embora parecia que sua visão estivesse um pouco enfraquecida: tropeçava com certa frequência.
- Qual é o seu nome? - perguntou Aikobe.
- É... Fred! Meu nome é Fred.
- Fred. E a qual clã você pertence?
- É... Chesperito. - respondeu Fred, meio que gaguejando.
- Nunca ouvi falar...
- É um muito pequenino. Vive bem ao sul.
Rogr e Aikobe tiveram uma surpresa. Repentinamente eles começaram a se afastar.
- Então você serve a Ritlo e o deus Nazo... - comentou assustado Rogr.
Fred ficou um pouco acuado. A voz de Tess pronunciou-se em seu ouvido.
- Você quer parar de improvisar? Diga que perdeu a memória, esperto!
- Eu... não sei de quem são estes que você está falando. Meu deus se chama Chavo, e meu líder se chama Roberto. - continuou o estranho em seu festival de improvisos.
Aikobe estranhou:
- Vive nas Terras Frias e nunca ouviu falar de Ritlo???
- Eu vim de... Tangamandápio! Conhecem? É bem isolado! É tão longe que qualquer um fica tão fadigado que desiste de chegar lá!
- Fica no alto de uma montanha? - tentou deduzir Rogr.
- Sim! Uma muito íngreme e alta.
- Chavo o abençoou muito, então. Quase todas as Terras Frias foram conquistadas por Ritlo em nome de Nazo. - comentou Aikobe.
- Mas quem é esse Ritlo?
- Já estamos chegando. O sábio vai examinar você e... - começou Rogr.
- Não! Não! Eu... preciso saber quem é esse Ritlo. Preciso saber se meu clã está em perigo. - disfarçou o desconhecido.
- Como quiser. Primeiro o apresentaremos ao líder de nosso clã. Logo o Contador de Histórias estará narrando nossa história, como é de nosso costume. Vamos pedir para que ele possa narrar sobre Ritlo para você e o resto da tribo hoje.
- Bem... obrigado pela cortesia.
Rogr estranhou:
- Não é o costume de seu clã receber bem um visitante no dia em que ele chega?
Aikobe interviu:
- Ele vem das Terras Frias. Os costumes podem ser diferentes. Não sabemos quanto tempo o clã dele foi enviado para lá.
- Enviado? - estranhou o recém-chegado consigo mesmo.
Adentraram numa pequena morada, construída com blocos de pedra. A entrada principal dava numa sala bem decorada com todo o tipo de objetos comuns. Alguns eram como troféus em paredes, outros, maiores, permaneciam em pequenas mesas de alvenaria. Atrás de uma maior, um ilkage de porte físico alto e forte sentava em sua cadeira com um "X" feito de pequenas penas e uma pedra vermelha cintilante no centro bem no alto do encosto.
- Um visitante! Que nosso deus o receba bem. Meu nome é Fla Velz Baren, chefe do clã. - disse o líder numa saudação em que ele tocou os ouvidos, a lateral dos olhos e depois o seu nariz.
Um pouco mais cuidadoso, o visitante respondeu:
- Desculpe-me. Eu... não aprendi o seu cumprimento no meu clã.
- Este é Chavo Chesperito Fred. - apresentou Aikobe.
- Clã Chesperito? Deus Chavo? Eu não os conheço... - respondeu Baren.
A voz de Tess novamente soou no ouvido do recém-chegado:
- Interessante: O nome deles é composto, primeiro, pelo nome do deus que eles servem, depois o nome do clã e o nome de fato vem por último.
- Ele vem de uma terra não conquistada ao sul por Ritlo. Eles vivem no alto da montanha Tangamandápio. - disse Rogr.
- Eu nem sei quem é esse Ritlo... - comentou Fred com um sorriso amarelo.
- Chavo lhe foi muito inteligente ao levá-los a este lugar. - comentou o chefe do clã.
- Sim. Foi sim. - continuou o piloto disfarçado.
- Por favor, armem uma tenda para Chavo Chesperito Fred dormir. Se ele quiser permanecer conosco amanhã, lhe designem uma tarefa para colaborar conosco.
- Pediremos ao Contador para falar de Ritlo hoje para nosso convidado conhecer nosso inimigo e, provavelmente, o inimigo dele também. Eu farei a vigília da tenda dele. - prontificou-se Aikobe.
- Puxa... Não pre... - Fred começou a agradecer, mas foi interrompido por Tess:
- Deixa de ser bobo: eles estão de olho em você pois pode ser um espião inimigo!
- Ah!
- O quê? - perguntou Aikobe.
- Nada! Nada! Só engasguei.


1 comentários:

  1. dancruz17 disse...:

    Acho que também faço parte desse Clã Chesperito. O ensinamento maior do deus Chavo é sobre a vingança, que nunca é plena!

    Dan Cruz

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla