PARADIGMAS ILKAGES - CAP 3

- Isso é uma brincadeira, Tess???
- Sim, claro. Veja como estou rindo. - respondeu com um tom de voz sério e irônico.
- Mas... Como isso é possível?
- Ficamos dando voltas em torno do buraco negro e chegamos a tocar o horizonte de eventos por muito tempo. Qualquer um sabe que o tempo perto do buraco negro passa mais devagar. O que pra nós durou minutos, lá fora durou milênios.
Fred estava tonto. Não pensava direito. Assumiu o piloto:
- Entre em contato com a base humana mais próxima.
- Taí outro problema, garotão: não registro nenhuma transmissão humana subespacial.
- O quê??? Como a humanidade desapareceria da galáxia em 4000 anos??? Éramos praticamente os donos da Via Láctea!!!
- Mas parece que sumiu... espere! Estou recebendo uma transmissão codificada!
- Ainda bem... vem de onde?
- Do outro lado do buraco negro. Está bem próxima.
- Siga para lá, então.
O caça contornou a singularidade. Logo deram de cara com um pequeno satélite orbitando o buraco negro.
- O que é isso? - perguntou Fred.
- Não faço idéia, mas está nos chamando.
- A nós?
- Sim. Foi deixada para nós.
- Eu sabia que não me deixariam na mão! Aposto que é uma mensagem do Runako.
- Parece que não. Vou colocar na tela a mensagem.
Logo, surgiu um homem calvo, magro, de aparência distinta, mas animada.
- Olá, Fred! Se está recebendo está recebendo esta mensagem, é porque finalmente você emergiu do buraco negro! Meu nome é Tomas, mas pode me chamar de Tom!
- Ah! Outro daqueles saudosistas que insistem em quererem ser carecas! Essa moda nunca acaba? - reclamou o piloto.
- Shhhh! Presta atenção! - censurou Tess.
- A esta altura você já percebeu que a humanidade sumiu da galáxia. Bom, existe uma boa explicação para isso e você a terá. Porém, não posso revelar nesta transmissão. Você precisará juntar algumas peças do quebra-cabeça.
- Ah! Que coisa mais besta! Diz logo! - reclamou Fred.
- Você está conversando com uma gravação? Quem é o besta aqui? - ironizou a voz feminina.
- Deixei uma espécie de CHAVE oculta num planeta neste braço da galáxia. Esta chave lhe dará acesso às TEC - Tecnologia Estelar Complementável, aparatos que criei utilizando uma idéia que você a seu engenheiro antes de ficar preso no tempo.
- Olha só! Fiz uma contribuição!
- E aposto que não mudaram nada a chatice dos hologramas!... - desprezou Tess.
- Como você poderia estar com pouco combustível após a batalha, neste satélite existe um tanque de anti-matéria, suficiente para você chegar à estrela mais próxima para reabastecer. Há também uma CONTRA-CHAVE. Este aparato tem o formato de um copo mas, quando você o colocar próximo a uma das TECs, sua missão será revelada.
Fred respirou fundo. Não bastava salvá-lo, mas ele ainda teria que realizar uma missão. Por mais alguns segundos, Tom explicou sobre as propriedades do copo, mas o piloto não se importou. Esteve ausente até que Tess o inquiriu:
- Há uma estrela Anã vermelha a apenas 5 parsecs daqui. Tem um planeta habitável onde podemos aguardar que o caça seja abastecido.
- Hein? Não dá pra ir direto? - acordou Fred.
- Não ouviu a gravação? O lugar está muito longe e teremos de ir em escalas, mesmo com o tanque cheio.
- E onde é o lugar?
- Não sei ainda. Os braços da nave estão pegando o copo. Depois eu consigo ver.
- Deixa pra lá. Pegue o copo e vamos para o tal planeta. Depois, quando a nave estiver abastecida, a gente traça um rota.
- Ok...
Logo o caça seguiu em direção a seu destino.
- Muito bem, Tess. O que sabemos sobre o planeta onde ficaremos por uns dias?
- Segundo nossos arquivos, ele tem um eixo bastante curioso: ele se move junto com a translação do planeta, fazendo com que, no hemisfério norte sempre seja verão e no sul, sempre inverno. As plantas são negras e há certa escassez de recursos em comparação à Terra. O solo é cinzento...
- Tá, tá, tá! E os habitantes?
- Chamam-se Ilkages. Têm sentidos apuradíssimos. Nossos últimos registros mostram um povo dividido em tribos e começando a construir as primeiras cidades. Todos vivem no hemisfério norte.
- Ei! Em 4000 anos eles aprenderam a produzir anti-matéria?
Tess teve um ataque de raiva:
- Você fumou maconha??? É claro que não vamos depender dessa raça atrasada! Ficaremos no planeta enquanto o caça capta a anti-matéria lançada pelas reações nucleares da estrela.
- O quê??? Mas isso pode levar meses!
- Não me diga!

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla