CHEGADA NO PARAÍSO - CAP 30

Lentamente Cássia acordou. Ela percebeu que estava numa cela. Xandro e Alaústre estavam em outra, ainda desacordados. Do lado de fora, Yusuke olhava para ela. Ele parecia ainda mais forte do que quando o encontraram.
- Eu estou viva? Xandro! Alaústre!
- Não se preocupe. Dominei bem os meus poderes. Já posso afogar e ressuscitar quem afogo. - respondeu o policial calmamente.
- Pena que Roger e Kintê não tiveram essa sorte, não é mesmo? - respondeu com ironia.
- É verdade. Me apavorei nas duas situações e perdi o controle. Não tinha total controle sobre meu poder e acabei cometendo assassinato. Mas, desde então, adorei essa arma. É perfeita!
- Mas por quê, Yusuke? Por que você matou a todos eles? O que o apavorou?
- Nisso eu sou culpada...
Descendo as escadas que levavam ao porão, onde estavam as celas, descia a primeira dama, aparentando calma e sobriedade.
- Catarina! Sabíamos que era você quem estava por trás de tudo!
- Alto lá! Tudo não passou de lamentáveis acidentes! - disse a mulher indignada.
- Acidente??? - era Cássia quem se indignava.
- É verdade. Quando o prefeito veio me pedir para prender Catarina para interrogatório, apavorei e o matei. - respondeu o policial.
- Mas por que isso o apavoraria?
- Por isso. - e Catarina beijou apaixonadamente o capitão.
- Então vocês... são amantes??? - percebeu Cássia.
- Sim. E esse foi o motivo pelo qual Roger morreu: ele nos pegou num momento bastante íntimo num lugar próximo do qual ele fazia seu cultivo.
- Mas... se você pode alterar a memória das pessoas, por que não fez isso com Roger também?
- Nós tentamos. Mas era preciso pegar o marido de Layana para depois alterar sua mente. Porém, estávamos um tanto... atrapalhados para fazer isso e, no seu apavoramento, Roger perdeu o controle sobre seu poder e começou a atear fogo a tudo.
- Para nos proteger, eu usei o poder que tinha sobre a água para dominá-lo. Foi água contra fogo, causando aquele incidente visível por toda a região. - continuou Yusuke sua explicação.
- Mas... por que você acusou Maruska? - perguntou Cássia.
- Ela me acusou primeiro. E, depois, ela era a coisa que Leonard mais amava neste mundo. A única coisa que ele adorava mais que o poder. Acabei com a vida dela e ainda fiz Leonard matá-la sem querer com meu poder enganando a mente dele num momento crucial...
- Parece que o casamento de vocês não ia muito bem... - comentou Alaústre acordando.
- É verdade. Mas agora eu gostaria de saber como Cássia percebeu que Yusuke era o culpado pelas mortes. - declarou Catarina.
- Você não lê mentes? Descubra sozinha!
- É o que eu vou fazer! - e estendeu a mão.
- Não!!! - Cássia sentiu uma forte dor de cabeça. Parecia que alguém mexia em sua cabeça.
- Descobriu? - perguntou Yusuke.
Catarina não estava feliz.
- Seu tolo! Quando você disse que Xandro havia levantado a acusação de existir um bruxo de água, Cássia percebeu que você falara com o prefeito antes dele ser morto, o que destruiu o seu álibi. - explicou Catarina, que também sentia certa dor de cabeça.
- D-desculpe. - pediu Yusuke.
- Não tem problema. Agora sabemos como Xandro descobre os poderes das pessoas: cumprimentando-as. Sua sorte foi sempre usar essas luvas.
- Elas são ótimas mesmo. É a única vestimenta da Via Láctea que não se deteriorou. - comentou com um sorriso, olhando para a mão forte, agora apertada dentro da luva.
- E isso foi outra coisa que ela percebeu: foram as mesmas luvas que você usou quando a apavorou no dia que Xandro aceitou vir para cá.
- O quê??? Por que fez isso, seu infeliz??? - gritou Xandro, recém acordado.
- Ah! Obviamente você não sabia que ela era uma suprabreto, não é?
Cássia perdeu o chão. Seu segredo estava sendo revelado. Ela queria gritar, fazer alguma coisa, mas parecia ter sido lançada no vácuo. Não conseguia respirar, tão pouco falar.
- Suprabreto? - perguntou Xandro, completamente surpreso.

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla