CHEGADA NO PARAÍSO - CAP 21

Naquele dia chuvoso, Maruska acompanhou Leonard até a prefeitura com as crianças. Felizmente, a chuva só começou depois que haviam chegado na prefeitura, o que evitou que ela e as crianças ficassem molhadas, mas aquele tempo não tirava a alegria de passear por ali.
Alegria justificada, uma vez que parecia que Leonard mimava mais as crianças quando ele estava por perto e Madame Anne providenciava uma bebida rara, mas muito gostosa: chocolate quente.
Leonard e o ex-capitão Kintê discutiam os problemas da cidade no hall principal: um salão com uma grande mesa onde ele e outros seis colaboradores podiam discutir algum assunto.
As crianças brincavam de esconde-esconde quando a babá viu entrar, encharcados, Xandro e Adam.
- Bom dia, Maruska. Sabe onde está o prefeito? - perguntou o ex-segurança com cortesia.
- Ele e o vice Leonard estão no Hall Principal.
A dupla prosseguiu e Maruska continuou a brincar com as crianças.
Finalmente achou as crianças escondidas na cozinha, perto de Anne. Pareciam ter esquecido sua brincadeira e já esperavam pelo chocolate que a governanta preparava.
- Achei vocês!!! - disse brincando.
- Mãe! A tia Anne está fazendo chocolate pra nós! - disse Zorus.
- Fiquem então. Mamãe precisa descansar um pouco. - permitiu Maruska.
- Querida, eu acabei de fazer um chá de ervas adocicadas. Pode se servir. - ofereceu Anne.
- Obrigada. Fique com eles um pouco. Vou descansar um pouco no jardim de inverno.
No centro da prefeitura, existia um pequeno jardim, coberto com um vitral transparente. Todos que visitavam aquele prédio faziam parada obrigatória neste jardim, onde existiam algumas plantas alienígenas, que não eram conhecidas pelos humanos, mas que existiam em pequeno número no planeta quando estes chegaram. Uma grande muito Blankarbo (nome dado às plantas albinas que, à excessão das outras plantas alienígenas, existiam no planeta em grande número) ficava bem no centro daquela pequena ala que tinha área redonda.
- Um bruxo com poderes sobre a água que matou Roger???
Maruska não pôde deixar de ouvir esta expressão de surpresa do prefeito Kintê. O Hall Principal tinha uma larga entrada para aquele jardim.
- Sim. Ao que tudo indica, foi usada magia de água contra Roger que, tendo poderes sobre o fogo, acabou incinerando o local tentando se defender. - prosseguiu ouvindo a voz de Xandro.
Isso chamou em muito a atenção da babá.
- Desculpe minha intromissão, mas do que vocês estão falando? - perguntou a mulher, sem constrangimento.
Foi Leonard quem respondeu:
- Do brilho vermelho que a cidade toda viu ontem. Parece que foi um assassinato cometido por um bruxo.
- Um assassinato que o capitão Amaranto não quer investigar! Acabamos de sair de lá e ele acha que devíamos deixar pra lá... - resmungou Xandro.
- De forma alguma!!! Se um bruxo usou seus poderes para matar álguém, mesmo que seja outro feiticeiro, ele precisa responder por isso! - declarou o prefeito.
Mas Maruska tinha outra preocupação:
- Esperem! Esse bruxo poderia se molhar nesta briga? - perguntou a babá assustada.
- Acho que sim... Na batalha em si ele poderia acabar se molhando, ou mesmo quando Roger explodiu em chamas ele pode ter lançado água para todos os lados, além do que, provavelmente, o atacante pode ter se protegido com água nessa hora... - racionalizou Xandro.
Maruska deixou transparecer medo em seus olhos, um sinal plenamente captado por Leonard:
- O que houve, Maruska?
- Foi uma coisa muito estranha que aconteceu ontem: pouco depois da explosão, eu vi Catarina entrar toda molhada em casa.
Todos ficaram surpresos naquela sala.
- Catarina??? - perguntou Leonard, o mais surpreso de todos.
- Sim. E ela parecia não querer conversar naquele dia.
- Entendo... Bom, é nosso dever averiguar isso, prefeito! Ninguém é maior do que ninguém aqui. - insuflou o vice-prefeito.
Kintê continuava surpreso, mas mantinha a serenidade.
- Se é assim, vamos apurar isso a fundo.

PRÓXIMO CAPÍTULO EM 26/01/2012 !

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla