INDEPENDÊNCIA E MORTE! - CAP15

De fato, no dia anterior, Jonas já prevera que seu irmão os esperaria no palácio do governo. Assim, como a chave era lida a cada vez que uma máquina a tocava, bastou inserir um vírus que atacasse a mente de um robô. Como o local onde se escondiam estava abarrotado de computadores, não foi difícil fazer e inserir o programa. Somente numa situação o vírus não atacava: na presença das três leis da robótica, algo que Luís não tinha mais.
Jonas colocou a chave na escrivaninha. Logo teve acesso ao sistema de armas da colônia. Porém, percebeu que Ruth estava incomodada.
-Algum problema, Ruth?
-Esse robô aqui no chão. Ele é inofensivo, mas ainda assim me incomoda...
Jonas pegou Luís. Ele estava completamente rígido. Jogou-o para fora do gabinete e trancou a porta.
-É melhor nos fecharmos aqui. Enquanto o gás roxo age sobre os Norgors, eles podem querer entrar aqui para nos impedir. – observou Jonas.
O robô acionou o painel na escrivaninha. Logo as informações começaram a ser exibidas em três dimensões numa projeção holográfica.
-E então, Jonas? Vamos conseguir vencê-los?
-Sinceramente, não sei. Há 21 naves sobrevoando a colônia. Com minha rapidez, consigo destruir 15 naves antes delas conseguirem reagir. Mas, depois, eu não sei o que fazer.
-Faça o melhor. É só que peço.
Jonas acenou com a cabeça. Firmou os olhos na imagem e começou.
A colônia dispunha de 5 canhões e um escudo de energia. Rapidamente tudo foi acionado e 15 naves foram destruídas. Porém, elas conseguiram reagir e conseguiram destruir um dos canhões. Jonas levantou os escudos acima dos canhões também.
-Eles se protegeram e agora perdemos um canhão. – explicou o robô.
De repente, os dois sobreviventes sentiram um tremor.
-O que foi isso, Jonas.
-As naves sobreviventes. Quatro delas concentraram seus lasers no escudo logo acima de onde estamos.
-Mas o escudo resiste, não resiste?
-Não por muito tempo. Temos que fazer alguma coisa.
-Por que eles não atiraram nos canhões?
-Eles estão protegidos agora pelo escudo.
-Porque parou de atirar?
-É preciso desligar os escudos que protegem as armas para atirar.
-E não acontece o mesmo com as armas deles?
-Provavelmente. Por quê?
-Use um canhão para atirar no local das armas das naves. Se o nosso tiro for forte o suficiente, destruímos a nave.
-De acordo.
Foi o que Jonas fez. Com um dos canhões, destruiu outra nave. Porém, a que não atirava aproveitou o escudo baixado para atirar e destruir o outro canhão.
-Eles estão em quatro, mas só temos três canhões agora. Mesmo prosseguindo com o plano, vai restar ainda uma nave deles. Eles vencem...
-Mesmo com apenas uma nave atirando no escudo?
-O escudo já está com falhas. Mesmo uma nave atirando conseguirá derrubar o escudo.
-Tem que haver alguma coisa! E se usássemos todos os canhões ao mesmo tempo?
Jonas pôs a mão no queixo:
-Tem um jeito... É arriscado, mas é a única saída. Vou mudar a concentração de força no escudo.
-Como isso vai ajudar?
-A senhora vai ver.
A distribuição de força mudou, fazendo o escudo logo acima do local onde estavam ficar mais forte, mas enfraqueceu o escudo acima de um dos canhões. Logo percebendo isso, as naves concentraram os tiros neste local.
Foi algo sincronizado: no curtíssimo espaço de tempo entre a queda do escudo e a destruição do canhão, Jonas baixou o escudo das outras armas e atirou com as três em três naves, destruindo mais três. Um canhão foi destruído, mas antes que a quarta nave viesse a atirar em outra arma, o robô usou os dois canhões remanescentes para concentrarem fogo nessa nave, destruindo-a também.
-Ficamos com dois canhões e só sobrou uma nave. – narrou Jonas.
-Podemos concentrar o tiro dela na última nave! – falou Ruth animada.
-Não será necessário. A última nave está fugindo.
-Mas... e se essa nave vier com reforços?
-Não virá. Nesta nave estão os últimos Norgors do universo...

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla