INDEPENDÊNCIA E MORTE! - CAP07

-Eu não posso fazer mais isso, Luís. – desabafou Jonas.
-Vai deixar de libertar seus irmãos, Jonas? – perguntou calmamente o líder do motim.
-Mas matar para isso?
-Jonas, Jonas... você acha que as guerras travadas até hoje pelos humanos não envolviam liberdade em algum grau? Pessoas matavam por isso.
-Sim. Seus opressores. Não eles mesmos.
-E você quer atacar os humanos? Vá em frente.
-Você sabe que nenhum de nós pode fazer isso.
-Sim. Eu sei. Por isso estamos nos libertando assim.
-Mas... não poderíamos tentar fugir para algum lugar na galáxia sem humanos?
-E ficaríamos livres por quanto tempo? Atualmente os humanos estão em expansão para todos os cantos! Isso, é claro, se não formos destruídos por alguma raça inimiga dos humanos, e você sabe o quanto os humanos têm caprichado nas amizades nos últimos anos...
Jonas abaixou a cabeça. Luís estava certo.
-Eu não quero mais fazer isso, Luís. – disse levantando-se do balcão.
-E vai fazer o quê? Não pode parar agora.
-E por que não?
Luís levantou-se também:
-Usando uma citação humana, o sangue de PAJ104 já está em suas mãos. E, pelo que você me disse, tudo indica que ele morreu feliz. Vai privar seus irmãos desta alegria? Vai concordar com os humanos que somos propriedades deles?
Jonas não sabia o que dizer. Ser escravo era errado, mas destruir robôs também era. Era uma situação sem resposta.
-Não vou atrapalhar o plano de vocês. Entregarei a minha vida também quando eu estiver preparado.
Jonas seguiu para a saída. Luís comentou:
-Qual caminho você trilhou nos últimos 3000 anos que o deixou tão covarde?
Jonas abaixou a cabeça. Voltou para casa.

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla