Conto (capítulo 13) - Dejavú

O golpe na cabeça de Renato não fora muito forte. Logo ele acordou, amarrado numa cadeira de madeira com fios de energia usados em laboratório.
-O que você está fazendo, Luís? – perguntou Renato.
-Desculpe, Renato, mas preciso fazer essa experiência. – respondeu o assistente de Rui.
-Dejavú? O Rui sabe sobre isso?
Luís parou. Como Renato sabia do plano dele?
-Você sabe que vou estimular a área do cérebro responsável pelo dejavú?
Na verdade, Renato não sabia. Palavras surgiam em sua mente, mas ele mal conseguia entende-las. Mas uma coisa ele sabia: precisava parar Luís a qualquer custo.
-S-sim. Eu vi o futuro e sei que isso não vai ser bom. – disfarçou.
Luís desconfiava:
-Como você sabe?
-No futuro, a pesquisa vai levar à criação de células tronco para a área do cérebro responsável pelo dejavú. Poderemos mandar pensamentos para o passado. – improvisava.
-E por que quer me parar?
-A pesquisa está errada e você vai morrer se tentar fazer o que está pensando.
Luís estava imóvel. Não sabia o que fazer.
Renato não estava com as pernas amarradas. Poderia se jogar em cima de Luís, mas precisava escolher a hora certa.
Enquanto isso, Jorge tentava dialogar com Adalmir.
-Adalmir, você cometeu um erro. Não vá piorá-lo.
-Eu não quero matar ninguém! Mas eu não posso ser despedido!
O segurança não sabia o que fazer agora. Jorge estava preparado para fugir. Só precisava distrair o guarda.
-Eu não vou contar nada. Pegue aquele rádio e chame quem entrou.
Adalmir virou-se rapidamente para olhar o rádio. Foi o necessário para Jorge sair correndo. Adalmir foi atrás, atirando para cima para fazer Jorge parar. Foi um destes tiros que atingiu um transformador, apagando as luzes da escola.
Foi a deixa de Renato. Com as luzes apagadas, atirou-se em cima de Luís, que caiu de cabeça no chão, ficando desacordado.
O som de tiros chamou a polícia. Adalmir, ao perceber que perderia bem mais que o emprego, sumiu na noite. Porém, Luís não teve a mesma sorte. Saiu da escola algemado.
Agora, Renato era um herói.

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla