Conto (capítulo 12) - Dejavú

-Está pronto, Renato. Vamos embora!
Aquele momento parecia extremamente familiar para Renato. Ele queria caprichar mais, mas sentia que precisava ir embora.
-Vamos. – e levantou-se.
Seu amigo Jorge ia comentando o quanto era ruim trabalhar como faz tudo para o Reitor, mas Renato ia calado. Sentia uma forte dor de cabeça.
Porém, ao passar perto do laboratório de raios gama, olhou direto para a porta. Estava aberta. Novamente aquilo parecia familiar e algo lhe dizia que alguma coisa estava muito errada.
-Jorge, chame a segurança! Tem alguém ali que não podia estar aqui! – pediu quase como num reflexo.
Jorge deu de ombros.
-Como você sabe? E por que se importa?
Mas aquilo era muito forte.
-Jorge, por favor! Isso é muitíssimo importante! Chame o guarda!
Jorge balançou a cabeça.
-Tá bom. Tá bom. Mas ser bom moço...
-...ainda vai acabar comigo. Sei, sei.
Jorge estranhou Renato adivinhar o que ele pensava, mas seguiu pelo corredor para chamar o guarda.
Renato dirigiu-se para a porta do laboratório.
-Quem está aí? – chamou.
Nenhuma resposta. Ele entrou. Viu que a máquina de raios gama estava ligando. O computador de controle tinha alguns papéis do lado.
Foi neste momento que Renato foi golpeado na cabeça, caindo desmaiado.
Enquanto isso, Jorge chegava na portaria. Ali, sozinho, estava um guarda.
-Boa noite, Adalmir. Preciso da sua ajuda. – apresentou-se Jorge.
O segurança sorriu:
-Pois não. Em que posso ajudá-lo?
-Tem alguém no laboratório de raios gama. Parece que é uma pessoa não autorizada.
Adalmir gelou. Todos que entravam na faculdade precisavam se identificar e ele recebera um dinheiro de Luís para não identificá-lo.
-D-deve ser um engano. Ninguém passou por mim.
-Mesmo assim, pode ser que alguém tenha entrado por algum lugar. Venha comigo.
Adalmir não era um homem de muito estudo, nem era um grande pensador. Por isso, sacou a arma do coldre e disse:
-Fique aí, mesmo!
Jorge arregalou os olhos. Renato estava certo: havia algo muito errado ali!

0 comentários:

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla