CAPÍTULO 9 - Dias de glória

A tarefa mais dolorosa de Biar foi procurar Silas e lhe oferecer o trabalho de volta. Principalmente com Trec intervindo.
- Esse alien miserável não merece você, Silas!
- Eu peço minhas sinceras desculpas. Parece que você e o professor Arnaldo estavam certos. Os humanos nativos são os Precursores.
- Só um cego, surdo e mudo não perceberia isso!
- Não seja tão duro, Trec! É muito difícil para um pazenv aceitar nossas idéias... – defendeu Silas.
- Eu vou reempregá-lo com um aumento.
- Não precisamos de dinheiro. A comunidade humana mandou uma comissão de vendas por elevar a estima e a credibilidade da humanidade.
- Trec, nem foi muito e foi só uma vez. Doutor Biar, eu aceito o emprego.
- Aceita??? – surpreendeu-se o holograma.
- Sim. É um emprego seguro e calmo. Chega de aventuras.
- Obrigado, Sr. Silas. – respondeu Biar indo embora.
- Silas, você precisa complementar a TEC! Só assim você poderá salvar a humanidade. – protestava Trec.
- A humanidade está muito bem, obrigado. Já realizei a minha missão de elevar a auto-estima dela. Talvez agora os humanos possam entrar de fato para a Confederação.
- Mas a maioria ainda vive em naves! Que raio de vida é essa?
- Eu vivi em naves a maior parte da minha vida e estou muito bem.
- É... Percebe-se... – ironizou Trec um pouco antes de desligar-se.
Retornando a seu apartamento na universidade, Silas recebe vários pedidos para comparecer a palestras. Logo que se instala, confirma sua presença.
No dia da palestra, Silas segue animado, com vários papéis de sua tese sobre os Precursores até um auditório bastante concorrido na 2ª Universidade
- Bom dia, senhores. Meu nome é Silas Carvalho e vim aqui para falar de nossa recém descoberta sobre os Precursores.
Um ilkage levanta-se da platéia.
- Sr. Silas, gostaríamos de ver o holograma chamado Trec.
Silas fica surpreso. Imediatamente o holograma comparece.
- Em que posso servi-los? – pergunta Trec de maneira formal.
- O senhor foi inventado com qual propósito?
- A humanidade estava travando batalhas constantes em suas fronteiras. Eu e as TECs fomos criados para manter a paz com nossos vizinhos.
- É também interessante dizer... – iniciou Silas.
- Sr. Trec, o que pode nos falar sobre os Precursores?
- São seres humanos muitíssimo avançados comparando com sua atual tecnologia. Para muitas culturas, sua tecnologia parecia magia.
- Os humanos nativos... – começava Silas.
- Sr. Trec, o que pode nos contar sobre a história da humanidade?
Logo, Silas percebeu que era só um acompanhamento de Trec, a verdadeira estrela daquele encontro. Sentou-se e ficou olhando.
Nas horas que se seguiram, Trec falou das guerras nas quais os humanos participaram, como raças desenvolvidas foram espalhadas e voltaram a Idade da Pedra, alianças com raças já extintas ou desconhecidas, artefatos ainda não descobertos. Muito enfadonho pra um pesquisador que queria ele mesmo estar dando as respostas.
- Sr. Trec, onde estão os humanos agora?
- Essa informação é confidencial. – respondeu Silas, já cansado de manter silêncio.
Um sinal tocou marcando o fim do debate. Enquanto todos saíam da sala, Trec voltou-se para Silas.
- É estimulante falar da raça humana! – disse animado.
- Principalmente quando lhe dão atenção! – respondeu Silas chateado.
- Dr. Silas!
Silas olhou para o auditório. Uma moça loira humana com cerca de 23 anos vinha em sua direção.
- Chame-me de professor Silas. Eu não tirei meu doutorado ainda.
- Meu nome é Vanessa. Sou bolsista do curso de arqueologia. Sou fã do seu trabalho.
Silas começou a melhorar seu mau humor.
- É? Obrigado.
- O senhor foi muito corajoso oferecendo sua vida para os zortars.
- Ou muito burro. – emendou Trec.
- Trec, não é hora de se recarregar? – cortou Silas.
- Eu não preciso me recarregar.
- Precisa sim. Desligue-se.
- Devia estar mais animado depois de ouvir histórias gloriosas da raça humana... – e desligou-se.
- Mas diga-me Vanessa: o que você faz na 2ª Universidade para ter uma bolsa? – Silas puxou assunto.
- Sou telefonista. Acredita?
- Biar costuma criar funções para poder oferecer bolsas a todos. Embora existam os PABX inteligentes que dispensam telefonistas, Biar cria até vagas de porteiro para tentar satisfazer a demanda. Ele é um bom reitor.
De fora da sala, de repente, se ouve uma voz alta.
É aqui que ele está? Preciso conhecê-lo!
Uma jovem mulher morena por volta de 30 anos, um pouco desarrumada, entra dando passos rápidos.
- O senhor é o professor Silas?
- Sim, sou eu!
Ofegante, ela tira um inalador do bolso e leva à boca.
- Desculpe. Meu nome é Sônia Oliveira. Sou cientista. Vim aqui, pois queria conhecer o senhor e sua TEC.
Trec novamente aparece.
- Finalmente alguém com bom gosto.
- Trec! – censura Silas.
Sônia passa direto pelo holograma e vai direto examinar a TEC no braço de Silas. Trec fica um pouco constrangido, enquanto Silas esboça um leve sorriso.
- É uma tecnologia impressionante! – diz Sônia.
- Onde ela foi achada? – perguntou Vanessa.
- Eu também não sei. Quem me deu foi o professor Carvalho.
- O holograma não sabe onde estava? – perguntou Sônia.
- Essa informação eu só posso dar ao usuário da TEC e, provavelmente essa informação não o interessa nem um pouco. – lamentou Trec.
- O que ele quis dizer, Silas? – perguntou a cientista?
- O Trec está de mau humor, pois eu não quero sair pelo universo buscando artefatos raros.
- Eu entendo. Eu prefiro meu laboratório também. Imagine que doenças não descobertas há por esses planetas. – concordou Sônia.
- Mas você pode dar as coordenadas para alguma equipe arqueológica ir lá pra você. – sugeriu Vanessa.
Neste momento, uma figura nova invade a sala. É Gano.
- Silas! A humanidade está numa grande enrascada!

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Opa! Estamos agaurdando o capítulo seguinte! Abraço e boas festas!

  1. Narrador Briee disse...:

    Estou de volta das férias! Desculpem a demora nas respostas pois passei numa chácara onde não tinha nem sinal de celular.
    Já está publicado. Obrigado pelo apoio!

Postar um comentário

ANTES DE COMENTAR:

- não escreva em CAIXA ALTA;
- não divulgue links;
- não escreva com miguxês, internetês e similares;
- respeite as opiniões apresentadas.

Obrigado.

 
T.E.C. © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour | Customized by Sybylla